Tag Archives crônica

A vida é um mar de loucos.

by

Não sobreviva... Viva, em dias em que o agressivo nos toma é um desatino, eu sei... Tome uma xícara de café todas às manhãs, é importante e ajuda a ter energia, evite se tiver úlceras e gastrites. Leia um jornal, um é o suficiente. Aqui e ali a gente precisa saber o que se passa, ...

O que aprendemos com as senhorinhas

by

Apanhei o queijo tipo mussarela sem lactose, o requeijão, também sem lactose - mesmo sabendo que quase todo o meu salário seria gasto com isso (produtos sem lactose são absurdamente caros), fui dar uma curiada na área de frutas... Meu propósito no supermercado era só comprar salgadinhos para a sessão de cinema e água. Mas ...

A técnica limita a arte

by

Lembremos o talento de Elis Regina, quem nunca, sentiu a angústia de Elis ouvindo “atrás da porta” e se divertiu com seus risinhos em “águas de março”? O espírito revolucionário e alternativo é despertado em qualquer ser quando se toca “como nossos pais”. O mais interessante? Elis não era compositora, só intérprete. Fico imaginando o ...

Aquarius – o filme

by

Abracei e me despedi da Mari perto da Praça 14 bis e segui para casa, meu coração batia descompassado e os pensamentos confusos... Ao chegar a meu prédio não resisti e de entreguei ao desejo de uma cerveja gelada na pizzaria (mesmo sem poder beber). Eu estava receoso em assistir o filme Aquarius com a ...

Manias da gente

by

O psiquiatra tratava sobre transtornos obsessivos compulsivos (o famoso toc) na TV, num desses programas matinais e sua explicação era muito clara, objetiva e coerente... O assunto interessou-me.  Fiquei pensando nos meus transtornos (que não são poucos). Segundo o psiquiatra muito do que o compulsivo sente só existe, de fato, dentro da da sua própria ...

Defeitos não sabem mentir

by

O vulcão em erupção se aquieta, adormece em seu leito. Minha inquietação interna me violenta – e me violentando; violenta quem percebe tal violência. Ser impulsivo é o mesmo que abrir os olhos e ver: já fiz, já disse… É arrebentar quem não precisa de arrebento. É desagradar quem não precisa de desagrado. Sou todo defeituoso. Somos ...