O problema cognitivo de um país

by

A gente percebe que está vivendo um problema cognitivo quase generalizado, quando os três poderes do país passam a demonstrar sinais disso. É humilhante um deputado federal, sendo filho de o presidente da República dizer se sentir preparado para ser embaixador de alguma coisa só pelo simples fato de ter fritado hamburguer e passado frio no país da embaixada. Aceitando e dizendo que essa situação não se enquadra no quadro de nepotismo.

Ver quem apoia isso como quem substitui leis por crenças, destruindo a constituição que deve ser respeitada e aplicada na prática nos traumatiza. Quando a pessoa acredita na sandice, na crença como se fosse uma lei, algo plausível tendo o conhecimento do fato; é um sinal certeiro de que a cognição está seriamente afetada.  E é isso que estamos vivendo no nosso país, gente acreditando nas próprias crenças e desrespeitando o que se deve seguir de fato. É chegado a hora de vivermos a morte da verdade e a vivência da mentira.

Onde vamos parar?

Não tenho respostas desde quando, a elite não leitora desse país, que não sai do WhatsApp contribuiu para que isso que está aí como presidente fosse eleito. Não sei… desde que o povo a quem o Lula tirou da miséria se esqueceu de seu legado apegados aos escândalos de corrupção. Como se o país não fosse saqueado desde os portugueses… O problema se encontra em sério, conviver vai ser cada dia mais complicado se não olharmos para esse mal-estar no mundo agora.

A solução? Diga-me você, parei de procura-la para não enlouquecer. Mas isso não quer dizer que eu não esteja de olho. E você?

Comentários

comentários