Mude

by

 

Mude

Tente mudar… Não por que esperam que você mude e sim para se fazer bem.

Mude para encontrar os lírios no campo, casulos que ocultam as metamorfoses das borboletas. Mude para compreender átomos e moléculas – com sorte a poeira estrelar de onde viemos e para onde vamos.

Mude para não apodrecer…  Resultados não são garantidos, as mudanças doem, são desconfortáveis… Dói. Mas, acredite! Você só vai saber se tentar. Tudo é uma questão de adaptação, é estranho no começo, mas, só depende de como se vê.

Mude por que é hora de crescer, dessa vez, não sobre a orientação indesejada dos experientes. Mude por que percebe oportunidade nisso e o faça no momento mais adequado que puder… Mude por que não quer ficar preso a passados tristes e outros distantes e nem ao futuro inseguro. O dia acaba e a noite é criança de tolos que insistem em acreditar que não vão crescer…

O tempo não para, salve Cazuza. O tempo não te espera. O mundo continua tecendo suas desventuras… Mudar não é simples… É nada fácil. Mas, tente.  Sinta vontade de se permitir encontrar tudo o que te faz feliz. Desbrave os mistérios que fazem morada dentro de você. Só não se esqueça, sofrimento inevitavelmente existe.

Depois de cada inverno, nada te impede de encontrar as flores que a primavera oferece.  Dizem que somos quem podemos ser… Já eu, acredito que somos o que queremos ser. Seja o que você quiser ser, seja você. Muitos podem não se agradar, mas quem disse que precisa?  Criticas nunca se esgotarão. Pessoas negativas também não e gente torcendo para que você tropece vão existir. Mude, mas, pelo amor de deus; faça isso por você.

Comentários

comentários

No tags 5