Browsing Category CONTOS

tumblr_inline_o4tuxxcTua1qkyxe1_500

Sonhos de plastico


quarta-feira, junho 7, 2017

Caos… A cidade está tomada. Poucos são destemidos suficientes para sair a ruas, é preciso, ficar trancado em casa por tempo indeterminado, mesmo não sendo plausível. O rapaz magro e alto, corajoso saiu de seu pequeno apartamento próximo a Avenida São João… A cidade parecia um pandemônio, pessoas escondidas, encolhidas nas calçadas, nos buracos escuros. ...

View post
analoza-com_1355790328_387

Subentendido


quarta-feira, maio 17, 2017

Já havia cogitado temer aquela sessão no supermercado… Ontem estive lá… Impossível não visualizar a cena diante de mim… Você lá. Tivera eu coragem de te escrever uma carta expressando essa bagunça que reina em mim todas as vezes que penso em você. Não tenho. Você não estava lá, que agora é passado... Foi-se... estava lá, mais ...

View post
tumblr_levlr4RUDN1qfkg32o1_500_large

Doroth


quarta-feira, maio 17, 2017

Diziam que Doroth era ele. Mas Doroth, não se sentia ele. Era ela. Sentia-se ela. Desde que abriu os olhos. O pai colocava o então menino para jogar futebol e vestia-o de wazul. Ele enquanto ela, brincava de boneca escondida e, quando maior, pintava-se com as maquiagens da mãe. A hora de responder a chamada ...

View post
3733711688_346684fafe_z

Não existe amor em SP (DOIS OU TRÊS ENCONTROS – PARTE FINAL)


quinta-feira, setembro 29, 2016

“Está bem… Pode vir Pedro, anota o endereço”. Com o endereço colocado no waze Pedro partiu ouvindo a cantora Ana Cañas… Já perto da estação na qual saltaria Luigi lembrou-se das palavras de Pedro quando entraram no apartamento encantado. “Permita-se Luigi”, “não é tão fácil assim, Pedro, não agora”… Explicou o rapaz amedrontado. Pedro o abraçou, olhou em ...

View post
1311_cafe_cigarro_mat

Drama emocional (DOIS OU TRES ENCONTROS – PARTE 4)


domingo, setembro 18, 2016

Reparação… Era no que pensava Luigi antes de apanhar o celular e ligar para Charlotte. Antes ainda, ele pensou em Pedro; “me entreguei a você… conhece agora, minha vulnerabilidade”… Os olhos marejados eram sobre aquele arrependimento que o atormentava naquele instante. “Oi, Charlotte. Desculpe pela hora, sei que é cedo, estou angustiado e me sentido ...

View post
tumblr_l90fzxbp9z1qzw780o1_500_large

O jantar com Sofia (DOIS OU TRÊS ENCONTROS – parte 3)


sexta-feira, setembro 9, 2016

“Chora”, disse Sofia sentada à mesa do restaurante japonês na Rua Pamplona. “Sem graça, não vou chorar, só estou com medo”, respondi folheando o cardápio; “passamos a noite juntos novamente e dessa vez foi diferente”. “Diferente como?” perguntou Sofia já decidida no que pediria e chamou a garçonete, “um temaki de salmon com cream cheese, ...

View post