O lado bom da vida

by

  Patt (Bradley Cooper) um bipolar recém saído de uma clinica psiquiátrica, tenta provar para sua ex-mulher que está apto para assumir novamente seu casamento, até conhecer Tiffany (Jennifer Lawrence), outra bipolar que consegue ser mais desequilibrada que ele. Simples, engraçado e tocante. Um filme que vale a pena ser visto mais de uma vez. Boa recomendação ...

Dois ou três encontros

by

Tivemos alguns encontros. Dois ou três. Olhares interessados. Ciúmes singelos, mas muita tranqüilidade e equilíbrio. Dois adultos em busca de um “possível” relacionamento, curto ou longo… Médio, talvez? Os beijos eram leves e calmos, serenos e profundos – longos como eu gosto. Aquele beijo que começa devagar e pouco a pouco te leva a marte, ...

No tags 0

“4th man out”.

by

Ultimamente todos os filmes que assisto, ou a maioria deles, quando digo maioria é no sentido propriamente dito da palavra , tem merecido quatro ou cinco estrelas. Resta saber se ando tendo sorte para bons roteiros ou se meu gosto para filmes está ficando vinagrado. Algo de diferente eu notei, estou reparando nos pequenos detalhes ...

No tags 0

Calar-se.

by

Seria este um verbo moderno? Penso, seria este um verbo necessário? Nos dias de hoje fala-se um clichê, calar é ouro. Fala-se, não se pratica. Alias não se pratica muito... Diz-se muito. Fala-se muito. Acha-se muito. Opina-se muito. Critica-se muito. Espera-se muito. Deseja-se muito. Julga-se muito. Exibi-se muito. Se posta muito. Canta-se muito. Mas calar; ...

No tags 1

O barulho e a vida

by

Do meu lado esquerdo a janela fechada e o barulho da cidade ao longe. É cedo, um carro aqui e outro ali... De olhos fechados o ruído da velocidade faz lembrar o das ondas do mar. Do meu lado direito ouço a delicadeza do cair da pétala do arranjo de flores sob o móvel, presente ...

No tags 1

Vou falar sobre a abertura Rio 16, sim!

by

Isto aqui ô ô é um pouquinho de Brasil ia ia... Quando ouvi a voz de Paulinho da Viola começando o hino nacional, as lagrimas já me vieram aos olhos... Sim, me emocionei logo de primeiro, percebi então o quanto estou magoado com o meu país, tão lindo e tão abençoado. Muitos os momentos me foram marcantes ...

No tags 0

Uma puta preguiça!

by

Estou com uma preguiça em demasia por coisas demais. Cheguei a pensar em falta de paciência, mas, prefiro entender como seletivismo e maturidade: Polaridade política, religiosa ou de gênero, Preguiça do senado, do planalto e das ciclo faixas vazias, Do imposto de renda e sua falta de retorno, Preguiça de gente que acha foda e é porra nenhuma. E gente ...

No tags 1